Treino HIIT

O treino HIIT ou, se preferirmos, o treino intervalado de alta intensidade, tem ganho paulatinamente adeptos no mundo da musculação e é uma das tendências do momento, pois permite conjugar dois factores importantes, nomeadamente, a perda de peso/calorias com o aumento da massa muscular.

O que é o treino HIIT?

hiit

O treino intervalado de alta intensidade consiste numa metodologia de treino forte e intenso, em que o atleta aumenta os seus níveis de esforço, através de treinos curtos mas “explosivos”, como os sprints, seguidos de períodos de recuperação menos intensos.

Como este tipo de treino aumenta substancialmente o ritmo cardíaco, permite também queimar de forma mais célere a gordura e calorias, quando comparado com o ritmo dos exercícios cardiovasculares convencionais.

Tipos de exercícios do HIIT

Os tipos de exercícios do HIIT variam, pelo que facultam ao fisiculturista diversas opções na hora de escolher os exercícios mais práticos ou os que melhor se adequam aos seus objectivos. No entanto, aqui ficam alguns exemplos de exercícios que podem ser feitos nesse programa:

  • Agachamentos
  • Burpees
  • Corrida (sprints)
  • Flexões
  • Repulsão (entre dois bancos)

Caso os objectivos do fisiculturista passem também por aumentar significativamente a massa muscular, devem ser integrados os halteres e as barras, para optimizar os resultados em termos de hipertrofia.

Benefícios do HIIT

Apesar de ser considerado um treino cardiovascular, o treino HIIT acarreta vários benefícios para o fisiculturista, quando comparado com o treino cardiovascular tradicional. Vejamos abaixo alguns dos benefícios associados ao HIIT:

Aumenta a massa muscular – Especialmente quando se integra pesos, verifica-se um aumento notório na massa muscular.

Combate a obesidade – Quando o treino convencional não resulta, o treino intervalado de alta intensidade permite perder peso de forma substancial, especialmente em casos de obesidade.

Curto – As sessões de HIIT normalmente duram cerca de 30 minutos e integram exercícios cujas séries podem ir até aos 4 minutos.

Melhora o metabolismo – O treino intervalado de alta intensidade permite acelerar o metabolismo o que, por sua vez, faz com que se queime gordura mais rapidamente.

Não necessita de equipamento específico – Dependendo do objectivo, os exercícios podem não implicar o uso de máquinas, barras ou halteres, e recorrerem somente ao peso corporal para funcionarem. Nestes casos, o importante é aumentar o ritmo cardíaco.

Práticos – Os exercícios “cardio” do HIIT são simples e, normalmente, podem ser feitos em qualquer lugar.

Cuidados a ter com o HIIT

Principiantes não devem fazer o HIIT, pois este método de treino é mais indicado para atletas que já estejam, pelo menos, há alguns meses a malhar no ginásio.

Além disso, existem algumas precauções a ter em linha de conta, quando se pratica o HIIT. Deve-se ter uma alimentação saudável, que integre níveis adequados de carboidratos e proteínas, e certificar-se de que toma alguns copos de água antes da sessão de exercício, para estar devidamente hidratado.

Além disso, nunca se deve fazer o HIIT em dias seguidos. Portanto, quando se faz este tipo de treino, tem de se descansar adequadamente, pois o mesmo coloca elevados níveis de esforço nos seus músculos, articulações e ossos, pelo que deve-se ter um dia de intervalo, para recuperação.

A influência da dieta no HIIT

O treino HIIT pode ser realizado por qualquer pessoa (saudável, naturalmente) e enquadrado em diferentes objectivos. O HIIT pode ser aplicado tanto por fisiculturistas que tentam ganhar volume, como por outros que já ganharam o mesmo e agora querem “cortar”, isto é, ganhar definição corporal. Neste aspecto, a dieta tem um papel substancial, pois os fisiculturistas mudam a sua dieta e a quantidade de calorias que ingerem, quando fazem este treino, de modos a alcançar mais rapidamente os seus objectivos em qualquer um destes casos.

Em suma, através do treino HIIT, você irá treinar de forma intensa e dura, contudo, poderá colher também os seus dividendos, através de uma perda de gordura mais célere, bem como através de um aumento mais rápido de massa muscular.

Leave a Reply