Como queimar gordura durante uma corrida?

Sejamos honestos: muitos de nós não corremos porque simplesmente adoramos correr. Mas sim por causa do bolo que comemos ontem, aquela meia garrafa de vinho ou porque fugimos à nossa dieta. Assim, para essas pessoas, a corrida tem apenas um objetivo: queimar gorduras.

O que é que queima de gorduras significa?

Queima de gorduras refere-se à capacidade dos nossos corpos para oxidar ou queimar gorduras e usar a gordura como um combustível em vez dos hidratos de carbono. Este é um processo aeróbico, a gordura é decomposta com a ajuda do oxigénio. Em geral, uma maior quantidade de gordura é queimada durante as atividades de alto oxigénio, como andar nórdico, correr ou andar de bicicleta.

Quando é que queimamos gorduras?

A maior parte da gordura é queimada durante a realização de atividades físicas de baixa intensidade. Quanto melhor for a sua forma física, maior será a percentagem de gordura implicada no processo metabólico. E, quanto mais longa for a atividade, maior a quantidade de gordura queimada.

Queima de gorduras e corrida

Como regra geral, a gordura queimada durante o exercício físico é ideal quando temos um ritmo tal que seriamos capazes de manter, comodamente, uma conversa com alguém. De acordo com os especialistas, este deve ser um ritmo que, teoricamente, seria capaz de manter por 8 horas, ou seja, lento! Além disso, pode beneficiar da queima de gordura mesmo depois da sua corrida, visto que o seu corpo continuará a queimar gorduras durante mais 2 a 3 horas. Se quiser perder alguns quilos, certifique-se apenas de ingerir líquidos e talvez um pouco de proteína durante esse período de tempo.

Treinar com o estômago vazio, se se sentir em forma o suficiente para uma corrida lenta, faça-o:

  • De manhã, com o estômago vazio – 40 minutos no máximo.
  • No máximo. Consumo de oxigénio entre 50-60%. Estes valores são estimativas, podendo variar conforma a intensidade do treino.

Corrida

Treino de alta intensidade

O que será melhor? Uma corrida mais longa, mas mais lenta em termos de queima de gorduras ou alguns sprints com uma frequência cardíaca mais elevada? Por um lado, durante uma corrida mais lenta, está na zona de queima de gordura denominada de ideal. Por outro lado, um treino intenso desafia os seus músculos ainda mais. Quando estamos a forçar a nossa frequência cardíaca para atingir a zona anaeróbia, os nossos corpos recorrem às nossas reservas de hidratos de carbono e queimam mais calorias devido ao trabalho muscular duro, mesmo depois da corrida. Então, pode beneficiar da queima de gordura pós-treino.

Durante sessões de treino anaeróbio de alta intensidade, a percentagem de gordura no processo metabólico é menor. No entanto, devido ao exercício intenso, o consumo total de calorias é maior. Além disso, o corpo precisa de mais energia para recuperar, queimando assim ainda mais gordura.

Uma possível solução seria combinar corridas mais lentas e relaxadas na zona aeróbica, onde é mais fácil manter uma conversa durante a corrida, e corridas curtas e intensas, o que deve ser feito apenas uma vez por semana.

Se o seu corpo queima gordura de forma eficiente ou não depende da dieta correta e da sua qualidade de sono. Pois, a queima de gordura acontece durante 24/7, especialmente quando está a dormir.

Leave a Reply