L-carnitina – O que é, e como funciona?

Os suplementos à base de L-carnitina têm vindo a ser bastante publicitados devido aos potenciais benefícios associados aos mesmos para os atletas e praticantes de fisiculturismo. Por isso, são utilizados de forma recorrente por quem pretende perder peso e, simultâneamente, aumentar a tolerância e resistência à fadiga derivada do exercício físico no ginásio.

Abaixo, vamos ver mais informações sobre a L-carnitina, nomeadamente o que é e como funciona, de forma a elucidar os nossos leitores.

O que é a L-carnitina?

A L-carnitina é um derivado natural da carnitina, um aminoácido que desempenha um papel crucial no metabolismo da gordura. Basicamente, serve como um transporte de ácidos graxos para a mitocôndria, o cerne das células. No corpo, a L-carnitina é produzida pelos rins e fígado, orgãos que enviam a maior parte deste derivado para armazenamento nos tecidos musculares.

Como é que a L-carnitina funciona?

A L-carnitina permite que o corpo queime gordura mais rapidamente, pois este derivado facilita a passagem dos ácidos graxos através das paredes mitocondriais.

Na realidade, quando o seu corpo está muito cansado ou, se preferirmos, mesmo exausto, ele recorre às reservas de gordura para produzir energia o que, por sua vez, fomenta a resistência física. A L-carnitina permite otimizar este processo.

A L-carnitina é importante para vários processos corporais, desde o movimento muscular até ao funcionamento do coração e cérebro.

Os suplementos de L-carnitina

l-carnitinaOs suplementos de L-carnitina são recorrentemente utilizados por pessoas que querem melhorar substancialmente a sua performance e resistência física, aumentar a massa muscular ou recuperar mais rapidamente após o treino, embora ainda haja falta de estudos científicos que realmente sustentem estes benefícios atléticos. Contudo, são também utilizados noutros contextos. Os suplementos à base deste derivado podem ser utilizados por pessoas cujos níveis de L-carnitina são baixos devido a problemas de saúde.

Fontes naturais de L-carnitina

Embora possa ser produzida de forma sintética, através dos suplementos, o nosso corpo produz também este derivado e, além disso, pode ser ainda encontrado em alimentos que fazem parte do plano alimentar de muitos de nós, como é o caso de:

  • Abacate
  • Carne vermelha
  • Manteiga de amendoim
  • Peixe
  • Produtos lácteos
  • Tempeh (produto à base de soja)
  • Trigo

Vantagens da L-carnitina

No âmbito do fisiculturismo, segundo os atletas que recorrem a fontes de L-carnitina, este derivado acarreta várias vantagens, tais como:

  • Abranda o processo de envelhecimento
  • Aumenta a tolerância ao exercício
  • Converte gordura em energia
  • Fomenta a perda de peso
  • Pode ajudar a aumentar a massa muscular

Cuidados a ter e efeitos secundários

Normalmente, a L-carnitina é segura para a maior parte das pessoas, quer quando é tomada por via oral, quer quando é injectada no corpo, desde que com a aprovação de um médico, naturalmente.

Entre os efeitos secundários geralmente associados à L-carnitina, encontramos: vómitos, náuseas, distúrbios no estômago, diarreia, tonturas, entre outros. Além disso, existem relatos de que pode ainda causar mau odor no hálito, urina e transpiração.

Os suplementos de L-carnitina podem interferir com os níveis normais no corpo, pelo que devem ser tomados somente em caso de défice, para não danificar a saúde.

Por isso, se você tem problemas de saúde relacionados com o fígado, rins, diabetes ou outros, ou mesmo a tomar medicação à muito tempo, deve tomar o suplemento de L-carnitina somente sob supervisão médica

Em suma, a L-carnitina pode ajudar a perder gordura e ter alguns outros efeitos benéficos para o corpo, mesmo em termos de rejuvenescimento. De qualquer forma, deve-se ter os devidos cuidados ao tomar suplementos à base deste derivado, até porque muitos dos seus potenciais efeitos positivos em termos de performance atlética carecem de estudos que suportem os mesmos.

 

Leave a Reply