O que comer e o que deve evitar comer antes de treinar

No âmbito do desporto e, neste caso em concreto, do fisiculturismo, a alimentação é um fator essencial quer para otimizar os ganhos musculares, quer para perder peso. A alimentação tem um papel abrangente sobre o corpo pelo que é importante não só a alimentação depois do treino, como aliás já vimos num artigo anterior, como também é essencial a alimentação antes do treino.

Deste modo, neste artigo, vamo-nos debruçar um pouco sobre o que comer antes do treino, de forma a proporcionar os nutrientes e fontes energéticas que o corpo necessita, para poder efectuar um bom treino físico, especialmente nos casos de treino HIIT, o qual consome bastantes recursos energéticos.

A alimentação antes do treino

A comida pré-treino pode ajudar a facultar as ferramentas que precisa para desenvolver adequadamente os exercícios e otimizar, de uma forma geral, o seu treino, independentemente da sua tipologia. Além do mais, é precisamente a alimentação que confere mais resistência e alavanca os seus índices energéticos. Vejamos então os alimentos essenciais que devem fazer parte integrante da alimentação antes do treino, nomeadamente:

  • Fluidos (essencialmente, água)
  • Fontes de carboidratos (pão, cereais, massa, arroz, frutas e vegetais)
  • Gorduras saudáveis
  • Proteínas magras

O seu corpo e, mais concretamente, os seus músculos dependem das fontes de carboidratos para lhes conferirem energia. Por sua vez, as proteínas são necessárias para levar nutrientes importantes e oxigénio aos músculos.

Além disso, deve certificar-se que bebe água suficiente antes do treino, para que o seu corpo esteja devidamente hidratado, antes do começo do mesmo. Normalmente, cerca de dois copos de água, antes do treino, é suficiente.

O que deve evitar

Em termos de comida antes do treino, você deve evitar comidas pesadas, que demorem tempo para digerir. Além disso, deve evitar também alimentos rápidos, mais conhecidos por fast food, como é o caso dos fritos, onde se incluem os hambúrgueres, pizzas, batatas fritas, entre outros alimentos semelhantes. Deve ainda evitar as bebidas ricas em açúcares.

Embora dependa do tipo de exercício que vai fazer, também deve evitar treinar de estômago vazio, pois pode fomentar a quebra de tecido muscular. Além da água, essencial para o seu corpo estar hidratado, coma pelo menos algumas fontes de carboidratos de digestão rápida, como uma sandes com galinha grelhada, uma banana, ou algo afim.

fast food antes do treino

Quando comer antes do treino

Naturalmente, não basta alimentar-se antes do treino, é preciso escolher a altura mais acertada para o fazer. No que concerne à comida pré-treino, pode temporizar o consumo de alimentos da forma que preferir, contudo, deve ter em atenção que, quanto mais próximo da hora do treino estiver, mais simples as refeições devem ser. Se comer duas ou três horas antes do treino, normalmente, tem tempo de digerir adequadamente os alimentos, pelo que pode recorrer a refeições mais complexas, que contenha os alimentos essenciais supracitados. Contudo, se lhe faltar somente uma hora para o treino, deve recorrer a alimentos de digestão rápida, como uma pequena tigela com cereais ou uma peça de fruta.

Quando a comida não é digerida adequadamente, pode conferir a sensação de inchaço e ser ineficaz no fornecimento dos índices energéticos que necessita para desenvolver o seu treino, além de poder dar azo ao surgimento de outros problemas, como as cãibras.

Isto é o que você precisa de fazer em termos de alimentação antes do treino, para lhe ajudar nos diversos aspetos do mesmo. Além disso, deve certificar-se que se mantém devidamente hidratado ao longo do treino, quer com recurso a água (preferível), quer através do consumo de bebidas energéticas (útil em caso de treino desgastante ao nível muscular ou com duração superior a uma hora, pois é uma fonte de carboidratos, sódio e de fluidos) e, naturalmente, alimentar-se adequadamente após o treino também.

Leave a Reply