A Importância da Hidratação Durante os Treinos

Para se evitar potenciais efeitos nefastos no corpo face à carência de água, é bastante importante mantermos o corpo devidamente hidratado, não só na vida quotidiana, mas também durante a prática de exercício físico. A importância da hidratação durante os treinos é algo a não descurar quer pelos atletas em geral quer pelos fisiculturistas.

Aproximadamente, 75% do corpo humano é composto por H2O, isto é, água. Além do mais, a água permite transportar nutrientes essenciais que potenciam a energia e a saúde, lubrifica as articulações e ainda regula a temperatura corporal. Por isso, caso um atleta não esteja devidamente hidratado, com porções adequadas de água antes, durante e depois do treino, não conseguirá otimizar a sua performance física e poderá ainda experienciar efeitos secundários, como veremos mais abaixo.

Como se manter hidratado durante os treinos?

hidratacao

A maior parte dos atletas opta por beber água, enquanto outros preferem bebidas desportivas energéticas. Vejamos mais informações sobre ambas as situações:

Água – A água é a bebida de eleição da maior parte das pessoas. Não existe um padrão que indique a quantidade certa de água que se deve ingerir, pois depende do organismo de cada pessoa, bem como de outros factores relacionados com o treino, como a duração, intensidade, calor, entre outros aspectos que causam a desidratação.

De qualquer forma, é certo que se deve beber água antes, durante e após o treino. Durante o treino, é adequado beber água com pequenos intervalos entre si, de 10 a 20 minutos.

Bebidas desportivas energéticas – Normalmente, os atletas bebem água para se manterem hidratados, contudo, caso o treino seja intensivo, por mais de uma hora, há atletas que recorrem a bebidas desportivas energéticas.

Estas bebidas desportivas facultam calorias e nutrientes que fornecem ao corpo maiores índices energéticos e concomitantemente mais resistência. Todavia, deve-se ter alguns cuidados, quando se recorre a este tipo de bebidas, pois muitas têm elevados níveis calóricos e de açúcar, que podem ser prejudiciais em pessoas que queiram perder peso.

Como prevenir a desidratação?

A melhor forma de prevenir a desidratação é certificar-se que ingere líquidos suficientes durante a prática de exercícío físico, especialmente em exercícios de alta intensidade.Existem muitos factores que podem influenciar e causar a desidratação. Além dos convencionais, como os vómitos, diarreia e má nutrição, até aos recorrentes no âmbito do desporto, como a perda de líquidos derivado da transpiração ou micção com frequência sem a devida ingestão de líquidos.

A hidratação é muitas vezes descurada, embora seja um dos factores que podem influenciar o rendimento quer no desporto em geral, quer mais especificamente no fisiculturismo. Por isso, manter uma garrafa de água perto de si, durante os treinos, é uma forma de prevenir a desidratação.

Sinais e efeitos secundários da desidratação

Um dos sinais recorrentes que indicam que se está desidratado é precisamente a cor da urina. Se a mesma tiver uma cor quase esbranquiçada ou levemente amarela, é um sinal que se está devidamente hidratado. Pelo contrário, se a urina tiver uma cor amarela intensa, é um sinal de desidratação. Contudo, existem mais sinais e efeitos secundários da desidratação, os quais devemos ter sempre em atenção, como:

  • Acumulação de toxinas
  • Boca seca
  • Dores musculares
  • Fraqueza
  • Interrupção da transpiração
  • Náuseas
  • Palpitações cardíacas
  • Perda de consciência
  • Perda de peso
  • Sede
  • Tonturas
  • Vómitos

Naturalmente, caso experience qualquer destes sintomas, de forma a prevenir danos na sua saúde, o treino deve ser prontamente interrompido e o atleta deve procurar ajuda médica e hidratar-se adequadamente.

Assim, como se verifica, qualquer atleta deve ter ser sempre em linha de conta a importância da hidratação durante os treinos, pois a mesma permite otimizar a performance e, por conseguinte, obter melhores resultados.

Leave a Reply