Devo consumir cafeína antes do treino?

Percorrendo o país de lés-a-lés é difícil encontrar alguém que não beba café. Uns pelo sabor do café, outros para “acordarem” (como dizem) são muitos os que não afirmam não saber viver sem café. E a sabedoria do povo é confirmada pela ciência já que a cafeína aumenta o vigor e a resistência corporal e melhora a concentração ao estimular o Sistema Nervoso Central.

Cafeina Treino

Para além do café há várias bebidas que contêm cafeína como refrigerantes, chás e bebidas energéticas. Há também suplementos que contêm cafeína. A cafeína, substância tão antiga, tem ainda a capacidade de aumentar a temperatura corporal e promover a queima de calorias.

E será que o consumo de cafeína antes dos treinos pode ter benefícios?

A cafeína antes dos treinos pode aumentar a resistência no treino e diminuir a sensação de dor. Um atleta que ingere cafeína antes do treino sente que tem mais energia, que consegue treinar durante mais tempo, que tem maior resistência e menos fadiga.

A queima de calorias é outro fator que pode interessar a muitos atletas já que o consumo prévio de cafeína promove uma maior queima de calorias durante o treino. Estes efeitos da cafeína foram já confirmados em vários desportos como os que se caracterizam pela alta intensidade e por força.

Quando tomar? Cerca de dez minutos após a ingestão de cafeína sentirá um pico de energia, no entanto, a cafeína só atinge a sua máxima concentração no sangue 40 a 60 minutos depois. Assim, se tomar 30 a 40 minutos antes dos treinos é o ideal.

Qual a dose certa para mim?

A resposta é depende. Se não tem hábito de consumir cafeína comece por uma dose muito baixa. Se tem hábito de ingerir cafeína, aumente o consumo antes dos treinos. Este aumento deve ser feito de forma gradual e deve ficar atento a qualquer sinal de alarme. Insónias, dores de cabeça, problemas de estômago e intestinos (como diarreia), tremores e desidratação são alguns dos sinais que convém não descurar. Relativamente à desidratação, na maior parte das vezes, não passa de um mito ou mesmo medo já que a desidratação devido ao consumo de cafeína só ocorre quando há excessos (no seu consumo). No entanto, aumentar a ingestão de água é sempre aconselhável.

A cafeína não é recomendada a pessoas que sofram de úlceras ou gastrites, anemia, insónias, ansiedade, inquietação, espasmos musculares, arritmias ou outras doenças cardíacas, hipertensão, entre outras. Fique atento aos rótulos dos produtos que consome já que é importante controlar o consumo de cafeína. Qualquer suplemento ou bebida com cafeína refere sempre a quantidade no rótulo.

A quantidade de 6 mg por kg, por dia é o máximo de consumo indicado. Este consumo está sempre relacionado com o peso da pessoa e hábitos já que 3 mg para um atleta que não está habituado a consumir cafeína pode ser uma dose muito alta. A qualidade do café, quando tomado desta forma, é importante tal como é importante não juntar mais nada ao café (como natas). Neste último caso, a razão é simples – evitar o consumo de calorias.

Leave a Reply