Como funciona o metabolismo?

De certeza que já ouviu pessoas a culparem o seu metabolismo lento que as leva a ganharem peso, mas o que isso significa? Será mesmo o metabolismo o culpado? Se assim for, é possível acelerar o seu metabolismo para perder mais peso?

Verdade seja dita, o metabolismo tem muito a ver com o nosso peso corporal e com o equilíbrio energético. Talvez percebermos melhor como funciona o metabolismo e como o podemos utilizar para o nosso próprio beneficio seja melhor do que utilizá-lo como desculpa para o nosso ganho de peso.

Transformar alimentos em energia

O metabolismo é o processo pelo qual o seu corpo converte o que come e bebe em energia. Durante este complexo processo bioquímico, as calorias dos alimentos e das bebidas são combinadas com o oxigénio e libertam a energia que o seu corpo precisa para poder funcionar.

Mesmo quando está em repouso e a descansar, o seu corpo precisa de energia para alimentar todas as funções “ocultas” do nosso corpo, como por exemplo: respirar, circular o sangue, reparar células, entre muitas outras coisas.

Metabolismo

O número de calorias que o seu corpo usa para realizar essas funções é conhecido como a taxa metabólica basal. Existem vários fatores que influenciam a sua taxa metabólica basal, como:

  • Tamanho do corpo: Os corpos de pessoas maiores ou com mais músculos queimam mais calorias, mesmo quando se encontram em repouso;
  • Sexo: Os homens têm, geralmente, menos gordura corporal e mais músculos do que as mulheres da mesma idade e peso, o que leva a uma taxa de queima de calorias maior;
  • Idade: À medida que envelhecemos, a quantidade de músculo tende a diminuir e a gordura começa a contar mais para o seu peso, diminuindo assim a queima de calorias.

As necessidades energéticas para as funções básicas do seu corpo e organismo mantêm-se bastante constantes e não são alteradas facilmente. A taxa metabólica basal representa cerca de 70% das calorias que queima diariamente.

Para além da taxa metabólica basal existem ainda mais dois fatores que influenciam a forma como queima, diariamente, calorias:

  • Digestão de alimentos (termogênese): As ações de digestão, absorção, transporte e armazenamento de energia também consomem calorias. Estas ações consomem 100 a cada 800 calorias consumidas.
  • Atividade física: A sua atividade física e a prática de exercício representam as restantes calorias que o seu corpo consome diariamente.

Dicas para controlar a perda de peso e o metabolismo

  1. Para compensar o declínio natural no metabolismo que vem com a idade, devemos iniciar e manter um programa de treinos para a perca de peso e fazê-lo 2-3 dias por semana para preservar a massa muscular magra.
  2. Para evitar grandes quedas na taxa metabólica basal, limite a restrição calórica a aproximadamente 15% inferior ao que realmente é necessário para suprimir as suas necessidades de manutenção e treino.
  3. Seja realista em relação aos seus objetivos de perca de peso e quando os conseguir atingir pare de fazer dieta. A sua taxa metabólica basal voltará ao normal uma vez que a restrição calórica tenha chegado ao fim e que uma ingestão calórica normal tenha sido retomada.
  4. Não lute contra o seu metabolismo, mas aprenda a estruturar a sua nutrição de forma a que se enquadre. Alguns dos fatores que influenciam o metabolismo estão fora do nosso controlo e outros são muito difíceis de alterar. Para além disso, o metabolismo é uma atividade do nosso corpo que se encontra bem afinada e regulada e nós funcionamos melhor quando ele se encontra em equilíbrio.

Embora seja verdade que algumas pessoas têm mais facilidade em perder peso, todos nós seremos capazes de perder peso. Portanto, para conseguirmos perder peso, precisamos de criar um défice entre as calorias que ingerimos e as que queimamos através da atividade física e/ou da ingestão de menos calorias.

Leave a Reply